TEC : Transtorno do escritor compulsivo

img_1215

A necessidade de escrever beira o martírio. É uma aflição quase fisiológica tirar de si as palavras que se multiplicam como bactérias nos glóbulos sanguíneos. É escutar vozes (que às vezes berram) tentando organizar sentenças que deem mérito à palavra escrita. E o escritor compulsivo pode até esquecer o RG em casa, mas não esquece a caneta. Se esquece papel, procura logo um guardanapo, parede ou porta de banheiro. Se não encontra, anota na pele mesmo. Se estiver com o celular, usa o bloco de notas — o aplicativo mais funcional que o ser humano inventou.

Andar na rua é uma tortura! Longos textos produzidos mentalmente entre os faróis, implorando que o caminho acabe logo, mas quando o caminho acaba em encontro e interação com outro ser humano, acontece o velório das palavras. Porque se não há como nascer no prazo, elas morrem, e o escritor carrega em si seus pequenos corpos nunca registrados. É triste perder um texto por aborto espontâneo. O pesadelo do escritor compulsivo é chegar em casa e encontrar visita.

Mas a palavra nem sempre é pesada ou má. Em alguns momentos, ela é amiga. E quando bela, vira rima, emoção, obra-prima. A palavra é a única que está sempre disposta a se doar aos que dela precisarem. Quem a abriga sabe disso. Por isso a compulsão por escrevê-la. Ela importa. Ela salva. Ela é um respiro pra quem está se afogando.

Já o escritor compulsivo é como um dependente químico. O barulho das teclas o conforta. O rabisco da caneta o ampara. O aroma do papel lhe é afrodisíaco. Ele precisa de tudo isso para manter sua insanidade sã. Enquanto você come, ele escreve. Enquanto você lê o rótulo do shampoo, ele escreve. Enquanto você passa na catraca do ônibus carregando uma bolsa roxa, ele digita esse texto no bloco de notas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s